domingo, 14 de julho de 2013

Crítica do filme O Homem De Aço

Um garoto descobre ter poderes extraordinários e não ser do planeta Terra. Ao se tornar um jovem homem, ele viaja para descobrir de onde veio e a razão pela qual foi enviado. Mas o herói dentro de si deve se manifestar se ele quiser salvar o mundo da aniquilação e se tornar um símbolo de esperança para a humanidade.


Anos e anos atrás, gerações mal podiam piscar ao assistir o clássico Superman, de 1978, com Christopher Reeve como o personagem título. Por muitas e muitas vezes atribuíram a aparência do ator com qualquer outro trabalho seguinte sobre o herói.


Christopher Reeve estrelou quatro filmes, dois extraordinários (inclusive enfrentando o próprio Zod no segundo) e dois péssimos, encerrando sua caminhada no papel do herói ainda nos anos 1980.

Talvez por causa da identidade gerada daqueles icônicos e inesquecíveis filmes, levaram 19 anos para fazer mais um filme, Superman - O Retorno de 2006, com Brandon Routh. Filme que gerou muito mais críticas do que o esperado. A tentativa de colocar um ator "parecido" e o retorno da sensacional trilha sonora de John Williams, não foi o suficiente para agradar os fãs, pior, foi realmente um filme repleto de clichês, situações sem sentido e um casal principal que não se amava. O filme estava mais com um tom para ser uma homenagem aos mais antigos.

Os filmes que Christopher Reeve estrelou foram tão marcantes que parecia impossível alguém superar. Eis que ressurge a oportunidade de fazer um trabalho decente para Superman. Zack Snyder lidera um projeto, que devemos dizer que foi arriscado, porém sensacional.


Em O Homem de Aço o trabalho técnico é impecável e o filme tem uma dose certa de ação e suspense, isso já era o esperado. O que o filme teve a mais, foi um excelente roteiro, uma produção que equilibrou muito bem seus elementos e momentos ideais de cada ponto, um trabalho dos atores que todos saíram muito bem. 

Variando em vários tons épicos, o filme também entra com uma história cativante e sentimental de Kal-El buscando se alto conhecer e levando consigo os valores de seus pais. O Homem de Aço não é um filme de heróis típico, é um filme que busca mostrar um personagem que tenta se compreender e nos mostra um lado emocional que não foi contado anteriormente.

Um filme que finalmente se desprendeu dos clássicos de Christopher Reeve e da trilha sonora de John Williams, fazendo um trabalho totalmente novo, dando uma nova "cara" ao homem de aço e uma trilha sonora, não a clássica, mas uma nova composta por Hans Zimmer.

Este é sim um exemplo fantástico que o herói pode ressurgir sem que sejam necessárias comparações dos filmes do passado. O filme vale cada centavo do seu ingresso e certamente encherá seus olhos durante toda a produção.


O Homem de Aço Trailer Dublado

Um amigo meu me disse:"É um filme para assistir, não duas, mas umas vinte vezes no cinema". Exagero da parte dele? Vá ao cinema e confira, diga NÃO PARA A PIRATARIA e se dê a oportunidade de ver um grande filme em uma grande tela, garanto... vale seu ingresso, cada centavo.

Um comentário:

  1. O filme é muito bom, realmente é pra assistir mais de uma vez.
    A unica coisas q n gostei é q as lutas são muito curtinhas.

    ResponderExcluir

Gostou? Comente: